Vinho para Sushi

Andei reparando algo interessante nas pessoas que gostam de comer bem e beber vinho.

Quanto mais popular a comida, pior a cara de estranhamento quando digo que ela vai bem com vinho. Um exemplo: feijoada. Viu a cara que você fez? E hoje em dia podemos dizer que sushi é uma comida bem popular.

Imagine se disser pra você que dá pra combinar vinho com sushi. Estou lendo seu pensamento: "mas sushi não é com saquê?". Depende do saquê. Há bons e ruins. Só porque é japonês, não significa que todos ficam bem com todo tipo de sushi.

Dá para combinar vinho com todo tipo de comida. É uma equação simples. Pense nos sabores, texturas e cheiros da comida. Tente encontrar vinhos que tenham sabores e cheiros parecidos e já tem meio caminho andado para uma refeição gostosa.

Um exemplo: um peixe tipo o atum. Ele tem uma textura macia, uma carne gordurosa e sabor quase doce. Precisa de tintos delicados, frutados, quase não tolera brancos ácidos.

Da família do atum, temos cavalinha, sardinha, entre outros, que têm muita gordura, só que um sabor já mais salgado e pedem brancos estruturados.

Já os peixes mais magrinhos preferem brancos leves. Como têm uma textura mais seca, a frutosidade do vinho combina bem, desde que não seja muito alcoólico.

De maneira geral, o papel do arroz no sushi, em se tratando de sabores, é aportar uma certa doçura extra ao peixe, então, em geral, os brancos podem ser frutados, não precisam ser muito secos.

Agora, o principal: ninguém no mundo vai pedir um tipo de vinho para cada tipo de sushi. Precisamos de vinhos que fiquem bons com o clássico "combinado", onde vem um pouco de cada peixe.

Geralmente é composto de salmão, atum e um "peixe branco" que nunca sabemos direito o que está por vir.